Poesia à Mesa vai celebrar os 50 anos do 25 de Abril

9-2-2024, S. João da Madeira     721


De 1 a 21 de março, o Festival Literário Poesia à Mesa vai estar de regresso à cidade de S. João da Madeira, para a sua 22.ª edição. O programa foi apresentado pela Câmara Municipal numa sessão que decorreu na Biblioteca Municipal Dr. Renato Araújo.

O presidente da autarquia, Jorge Vultos Sequeira, o seu chefe de gabinete, José Fonseca, e a coordenadora da Biblioteca, Carla Relva, deram a conhecer os principais destaques deste evento, cujos comissários - José Fanha e Paulo Condessa - intervieram por vídeoconferência.

Sendo 2024 o ano em que se assinala o 50° aniversário do 25 de Abril, a organização vai homenagear a poesia de resistência contra o regime do estado novo, através das palavras de seis autores: Ary dos Santos, Fernando Assis Pacheco, Manuel Alegre, José Fanha, José Jorge Letria e Maria Teresa Horta.

E pelo palco da Casa da Criatividade vão passar dois nomes do panorama musical português - Fernando Tordo e Paulo de Carvalho - que deram a voz a temas indissociáveis de Abril, como, respetivamente,“Tourada”, com letra de Ary dos Santo, e “E depois do adeus”, que foi senha da revolução dos cravos.

Outro dos convidados é o ator e encenador André Gago, que integrará a “Peregrinação Poética”, o maior momento de envolvimento comunitário do festival, no qual vão participar igualmente oito grupos da cidade e o comissário Paulo Condessa.

Ao longo do festival, a poesia irá ao encontro do público através de ações em locais e contextos inusitados, como restaurantes, fábricas, autocarros, mercado, escolas, para além dos equipamentos culturais habituais da cidade e o espaço público.

Referência também para a “Retrospetiva do Festival Literário Poesia à Mesa (2003-2023)”, uma exposição que estará patente na Biblioteca Municipal, em cujo site ( www.biblioteca.cm-sjm.pt) já é possível consultar a programação do evento.


imagem topo
PUB