Megaoperação da GNR com buscas em vários concelhos entre eles o de Oliveira de Azeméis

30-5-2022, Oliveira de Azeméis     1017


O Comando Territorial do Porto, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Santo Tirso, encontra-se neste momento, no dia 30 de maio, a desenvolver uma megaoperação policial com vista ao desmantelamento de uma rede organizada de crimes de furto, furto qualificado, roubo, sequestro, extorsão, posse de armas proibidas, tráfico de armas, tráfico de estupefacientes, burla e associação criminosa, nos distritos de Porto, Braga e Aveiro.

A operação, desencadeada pelo Comando do Porto da GNR, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Santo Tirso, está a decorrer desde as 7 horas nos concelhos de Matosinhos, Santo Tirso, Valongo, Trofa, Ermesinde, Famalicão, Barcelos, Braga, Guimarães e Oliveira de Azeméis, com várias buscas em curso.

No âmbito de uma investigação por crimes contra o património, que decorre há cerca de dois anos, os militares da Guarda realizaram diversas diligências policiais e de investigação que culminaram na identificação de uma rede organizada e dos seus elementos. No decorrer da investigação foi possível apurar-se que estes elementos atuavam em todo o território nacional, sendo suspeitos de terem efetuado, pelo menos, 60 crimes. No seguimento da investigação foi dado cumprimento a 56 buscas domiciliárias, sete em viaturas e estabelecimentos e a sete mandados de detenção, nos concelhos de Matosinhos, Santo Tirso, Valongo, Trofa, Ermesinde, Famalicão, Barcelos, Braga, Guimarães e Oliveira de Azeméis.

Para a realização desta operação encontram-se empenhados mais de 300 militares da Guarda Nacional Republicana (GNR) e cerca de 30 elementos da Polícia de Segurança Pública (PSP) em apoio.


imagem topo
PUB