PUB
Site Logo
Site Logo

Trabalhos da coleção ''Treger/Saint Silvestre''
Obras de arte bruta viajam de S. João da Madeira até à Áustria para exposição no Museu Gugging

5-4-2022, S. João da Madeira     593


Abertura ao público marcada para esta quinta-feira, 7 de abril, naquela que é uma das principais instituiçõe de arte bruta a nível mundial. Acervo reunido por Richard Treger e António Saint Silvestre encontra-se sediado no Centro de Arte Oliva, em regime de depósito a longo prazo.

O Museu Gugging, da Áustria, apresenta uma seleção de obras da coleção Treger/Saint Silvestre, em colaboração com o Centro de Arte Oliva, em S. João da Madeira, onde esse acervo privado de arte bruta e outsider – um dos mais relevantes a nível internacional – se encontra sediado. A abertura ao público acontece nesta quinta-feira, 7 de abril, estando o encerramento agendado para setembro.

Esta exposição, intitulada “treger saint silvestre: the art brut collection.!”, proporciona uma visão geral desta coleção notável e muito diversificada, como refere a informação divulgada pelo Museu Gugging a este propósito, destacando a inclusão de obras de artistas como Aloïse Corbaz, Henry Darger Adolf Wölfli, Kostia Botkine, Misleidys Castillo Pedroso e Sébastian Ferreira.

Para Johann Feilacher, diretor artístico deste museu austríaco que é uma que é referência mundial na arte bruta, destaca a “alta qualidade“ da coleção reunida por Richard Treger e António Saint Silvestre, cujas obras têm estado na origem de diversas exposições realizadas no Centro de Arte Oliva, que alberga esse acervo em regime de depósito a longo prazo.

Patentes cerca de 150 obras de 80 autores

De um total de aproximadamente 1.500 obras, de mais de 300 autores de distintas nacionalidades, estarão patentes nesta exposição na Áustria cerca de 150 trabalhos de mais de 80 artistas, sendo que várias outras obras estão atualmente patentes no Centro de Arte Oliva, como acontece com a mostra “Eureka!”.

“Estamos muito, muito entusiasmados e honrados por ter parte de nossa coleção exposta no Museu Gugging na Áustria”, afirmam os colecionadores Richard Treger e António Saint Silvestre, numa declaração conjunta, em que consideram essa instituição cultural como uma das principais a nível mundial no que concerne à arte bruta.

A cedência de obras da coleção Treger/Saint Silvestre para esta exposição da Áustria, que se prolonga por oito meses, resulta de um protocolo de colaboração estabelecido entre o Município de S. João da Madeira/Centro de Arte Oliva e o Musesu Gugging, Refira-se ainda a parceria da Embaixada de Portugal em Viena e do Instituto Camões.


imagem topo
PUB