Arouca pretende criar estratégia para a impulsionar setor da construção civil local

5-4-2022, Arouca     598


O Município de Arouca acolheu, no passado 29 de março, uma reunião com representantes do Centro de Formação Profissional da Indústria da Construção Civil e Obras Públicas do Norte (CICCOPN) e do Centro de Emprego e Formação Profissional de Entre Douro e Vouga, do IEFP, I.P., a convite da presidente da autarquia, Margarida Belém, com objetivo de procurar definir linhas orientadoras de uma estratégia e plano de formação profissional para o do setor da construção civil.

Atendendo à relevância que o setor da construção civil tem na economia arouquense e face às transformações que, ao longo dos últimos anos, têm sido exigidas a esta área, tanto a nível local como nacional, o município toma a dianteira na procura por soluções que possibilitem contornar questões tão fundamentais como a falta de mão de obra especializada.

“É importante repensarmos a forma como as atividades ligadas ao ramo da construção civil são apresentadas às novas gerações. Há uma necessidade urgente de mão de obra qualificada para este setor e certamente que sem uma estratégia bem definida não se conseguirá efetuar a tão desejada retoma do setor, face aos desafios correntes desta atividade laboral”, reforça a presidente da autarquia, Margarida Belém.

Deste modo, o objetivo de definição de uma estratégia e um plano de formação profissional, a executar nos próximos anos, para o setor da construção civil e outras atividades conexas, como a carpintaria e a serralharia, entre outras, deverá assentar em princípios como a criação de mecanismos de reorientação profissional para desempregados, a requalificação de ativos, a retenção de talentos qualificados no setor, bem como o investimento nos salários e na formação profissional, com vista a criar maior atratividade, de acordo com os pontos de vista apresentados nesta reunião de trabalho.

Além da participação da presidente da Câmara Municipal de Arouca, Margarida Belém, o encontro contou ainda com contributos da vice-presidente da autarquia, Cláudia Oliveira, do diretor do Centro de Formação Profissional da Indústria da Construção Civil e Obras Públicas do Norte, Rui Valente, da diretora e diretora-adjunta do Centro de Emprego e Formação Profissional Entre Douro e Vouga, Teresa Correia e Fátima Bastos, respetivamente, bem como das técnicas do município afetas às áreas da inserção profissional, Gracinda Cardoso, e do empreendedorismo, Paula Rodrigues.


imagem topo
PUB