Câmara e agrupamentos escolares fazem balanço positivo da organização semestral do ano letivo

29-6-2021, S. João da Madeira     413


Esta terça-feira, na Biblioteca da Escola das Fontainhas, a autarquia e os três agrupamentos de escolas apresentaram o primeiro relatório com conclusões sobre POSAE - Projeto da Organização Semestral do Ano Escolar que está a ser implementado em S. João da Madeira, neste ano letivo, em todos os níveis de ensino.

O balanço da aplicação desta medida é muito positivo, segundo o documento apresentado, com os diversos agentes educativos, alunos, pais encarregados de educação e professores, a manifestarem a existência de uma melhoria nos métodos de ensino e na avaliação da aprendizagem das matérias.

O Presidente da Câmara, Jorge Vultos Sequeira, explicou na sessão que esta medida resulta de um memorando de entendimento proposto pelas direções dos agrupamentos, que "acolheu o apoio da Câmara Municipal e posterior aceitação do Ministério da Educação".

Os objetivos deste novo formato de calendarização passam, essencialmente, por "desburocratizar e valorizar o processo de ensino", tal como referiu Irene Guimarães, Vereadora da Educação do Município, acrescentando que "esta experiência de organização semestral escolar em S. João da Madeira contribuiu para que o Ministério da Educação esteja, neste momento, a dar possibilidade a todos os municípios do país de o fazerem já a partir do próximo ano letivo".

O relatório apresentado refere que, com base em inquéritos realizados junto da comunidade educativa, nomeadamente, docentes, alunos e encarregados de educação, destacam-se diversas melhorias no contexto educativo. Em concreto, da informação recolhida conclui-se haver mais eficiência e tranquilidade na gestão do tempo à disposição dos docentes e dos alunos e, bem assim, a possibilidade de um trabalho mais cooperativo entre professores, com a adoção de períodos previstos para reuniões ao longo dos dois semestres.

Segundo o testemunho partilhado pelos três diretores dos três agrupamentos de escolas públicas de S. João da Madeira presentes nesta sessão, Anabela Brandão, Mário Coelho e Mota Garcia, existe unanimidade quanto à opinião sobre a continuidade da "semestralidade" no ano letivo 21/22 e, igualmente, quanto aos aspetos positivos a retirar desta experiência do POSAE, colocando ainda, em perspetiva, a necessidade de aperfeiçoar este formato considerando os aspetos a melhorar versados na apresentação do relatório.


PUB

zibiz.net